Abril Verde: A Importância de Abordar o Burnout no Mês da Segurança

Escrito por: Equipe de Pesquisa e Desenvolvimento Moodar

Abril é marcado pelo movimento Abril Verde, uma campanha voltada para a conscientização sobre a segurança e saúde do trabalho. Neste mês, é fundamental trazer à tona discussões que promovam ambientes de trabalho mais seguros e saudáveis. Uma questão que merece destaque é o Burnout, um fenômeno cada vez mais presente no cotidiano dos trabalhadores e que está diretamente relacionado à segurança no trabalho.

O Burnout, ou síndrome do esgotamento profissional, é caracterizado por um estado de exaustão física, emocional e mental, decorrente de um ambiente de trabalho desgastante e estressante. A partir de 2022, a OMS, com a 11ª edição da CID, passou a reconhecer o burnout como síndrome relacionada ao esgotamento profissional em virtude de estresse crônico não administrado adequadamente.

Mas por que é tão importante falar sobre Burnout no mês da segurança? A resposta é simples: a segurança no trabalho não se limita apenas aos aspectos físicos, mas também engloba o bem-estar mental e emocional dos colaboradores. Um ambiente de trabalho que não previne o esgotamento profissional é, por definição, um ambiente inseguro.

Além disso, o Burnout pode levar a problemas de saúde mais graves, como depressão e ansiedade, que afetam diretamente a capacidade do trabalhador de desempenhar suas funções com segurança. Em ambientes industriais, por exemplo, a falta de atenção e o cansaço extremo podem resultar em acidentes graves, colocando em risco a vida do trabalhador e de seus colegas.

Portanto, abordar o Burnout no mês da segurança é uma forma de ampliar a discussão sobre o que realmente significa um ambiente de trabalho seguro. Para promover a saúde mental e prevenir o Burnout, as empresas podem adotar as seguintes medidas:

Promover o Equilíbrio entre Trabalho e Vida Pessoal:

Estabelecer políticas que permitam horários de trabalho flexíveis, incentivar pausas regulares e respeitar o tempo de descanso dos colaboradores são ações que contribuem para o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal.

Imagem de dois celulares na forma vertical um apoiado no outro  com  imagens de aplicativos

Implementar Programas de Apoio à Saúde Mental:

Oferecer acesso a serviços de psicologia e terapia, criar grupos de apoio e promover campanhas de conscientização sobre saúde mental são formas de fornecer suporte aos colaboradores. A Moodar tem seu próprio app de terapia online. Os colaboradores recebem acolhimento e são encaminhados a escolher entre centenas de profissionais de diversas abordagens para trabalhar seus maiores desafios de vida.

Promover uma Cultura Organizacional Positiva:

Construir um ambiente de trabalho inclusivo, acolhedor e que valorize a diversidade e o respeito mútuo pode reduzir o estresse e prevenir o esgotamento.

Capacitar Lideranças:

Treinar gestores e líderes para reconhecer sinais de Burnout e outros problemas de saúde mental em suas equipes é crucial. Eles devem estar preparados para oferecer suporte e encaminhar os colaboradores para ajuda profissional quando necessário. 

Na plataforma Moodar, as empresas podem construir programas robustos de desenvolvimento de lideranças, com foco na promoção de segurança psicológica, treinamentos em habilidades socioemocionais ou outros temas de relevância para a empresa. Além disso, desenvolvemos projetos de formação de embaixadores, que multiplicam o cuidado dentro das empresas de grande porte.

Estabelecer Canais de Comunicação Eficazes:

Criar mecanismos que permitam aos colaboradores expressar suas preocupações, sugestões e necessidades ajuda a identificar problemas precocemente e promove um ambiente de trabalho mais transparente e seguro.

Monitorar a Carga de Trabalho:

Assegurar que os colaboradores não estejam sobrecarregados e distribuir as tarefas de forma justa e equilibrada são práticas importantes para prevenir o esgotamento.

A Organização Mundial da Saúde (OMS), embasada no senso RAIS (Relação Anual de Informações Sociais) e no Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (DIEESE), destaca as principais causas de afastamento do trabalho no Brasil:

- Transtorno de Ansiedade (63% das pessoas possuem algum problema de ansiedade);

- Depressão (59% das pessoas se encontram em estado máximo de depressão);

- Burnout (44% dizem ter sofrido com o esgotamento mental);

- Estresse (37% das pessoas estão estressadas com nível extremamente severo).

Livro digital para download com fundo branco e letras pretas

Esses dados evidenciam a urgência de abordar questões relacionadas à saúde mental no ambiente de trabalho. Ao focar no bem-estar dos colaboradores, as empresas não apenas cumprem seu papel social, mas também se beneficiam de uma força de trabalho mais engajada, produtiva e segura.

Em suma, falar sobre Burnout no mês da segurança é uma forma de reconhecer a importância da saúde mental no contexto laboral e de promover ações que garantam a segurança e o bem-estar dos trabalhadores. É um convite para que as empresas e os profissionais de RH, saúde e segurança do trabalho repensem suas práticas e políticas, visando a construção de ambientes de trabalho mais seguros, saudáveis e humanizados. Afinal, um ambiente de trabalho seguro é aquele que cuida tanto do corpo quanto da mente de seus colaboradores.

Quer começar ou melhorar as suas ações no que tange saúde emocional na sua empresa? Conheça as ações da Moodar! Contamos com uma plataforma que disponibiliza mais de 100 experiências in company para desenvolvimento humano organizacional. Saiba mais em www.moodar.com.br

Agende uma Demo

Outros conteúdos:

Passo a passo: como avaliar a produtividade dos times?

Passo a passo: como avaliar a produtividade dos times?

Ikigai: O que é e como funciona no contexto do trabalho?

Ikigai: O que é e como funciona no contexto do trabalho?

3 dicas para incentivar colaboradores nas mudanças do dia a dia

3 dicas para incentivar colaboradores nas mudanças do dia a dia

...